domingo, junho 15, 2008

SOB UM SOL NEGRO



Subitamente uma sombra cobre a terra, o sol tornou-se negro, e o terror apodera-se das expressões de todos.
"Depressa, venham todos ver! Isto não pode ser nada de bom!" - As pessoas empurram-se e erguem as mãos para cima como que a pedirem misericórdia. Bulkur mete-se no meio para acalmá-los enquanto Ash e Athertyssen procuram desesperadamente por Sarak, encontram-no na torre de vigia, de pé em cima das muralhas a fitar o horizonte.
"Sarak! Sabes o que se passa?!" - Ele fita-os com um ar pensativo e não esconde a sua preocupação - "Já começou... ele vem aí... o Senhor das Sombras..." - Ash e Athertyssen entreolham-se, esperando algo mais vindo de Sarak. No entanto surge Sufranon e pousa no ombro de Athertyssen. "Meu rapaz, a reacção de Sarak não é para menos, o nosso problema não é um assunto de guerra que se resolva com um exército e determinação, é um problema místico." - Sarak sacode a cabeça e suspira, - "Não há forma de reunirmos um campo mágico suficientemente forte para impedir um demónio do outro mundo de entrar neste mundo... mas a partir do momento em que encontrar um corpo hospedeiro ficará vulnerável, o problema é que será um adversário demasiado poderoso ainda assim..." - Ash olha para o estranho sol que se ergue no céu e reflecte durante um bom bocado. "Deduzo que o melhor a fazer é formar o nosso exército quanto antes, se não estou errado, esse demónio das sombras vai encarnar no nosso inimigo Hyraktar, não é verdade?" - Sufranon e Sarak permanecem mudos, Athertyssen aperta o punho da sua espada e olha para a população, uma massa aterrorizada.
"Chegou o momento não é verdade? Alguém terá que ir acalmar aquela gente toda... eu vou lá, se o meu destino é ser o rei desta terra, tenho que começar a empenhar-me nisso agora." - Ash sorri e segue Athertyssen, enquanto que Sufranon vai investigar as proximidades da fortaleza e Sarak mantém-se na torre de vigia esperando por Sufranon.

0 comentários: